Gratidão: importância de cultivar este hábito

 

Sabia que ser grato gera estímulos positivos em quem o faz e em quem recebe? Aprenda a praticar a gratidão.

Artigo da responsabilidade da Dra. Tânia Daniela Carvalho. Psicóloga clínica

www.taniadanielacarvalho.pt/

 

A gratidão é um sentimento de lembrança, reconhecimento ou agradecimento por um bem-recebido, seja uma ajuda, um favor ou um outro benefício.

Apesar de as pessoas serem capazes de ver e apreciar as coisas boas que lhes vão acontecendo, geralmente, não cultivam o hábito de as agradecer. Com facilidade, tomam estes acontecimentos como garantidos, não lhes atribuindo o devido valor e significado.

É importante valorizar e agradecer cada pequenina coisa ou acontecimento que lhe é dado, atraindo a abundância para a sua vida.

PORQUE É TÃO IMPORTANTE A GRATIDÃO

Sabia que ser grato gera estímulos positivos em quem o faz e em quem recebe? Ser grato por algo que lhe aconteceu é colecionar pequenos momentos positivos, é ter abundância e alterar o foco que tem perante as coisas que lhe faltam na vida.

Face a situações ou eventos negativos, a gratidão funciona como uma “reserva”, onde tem sempre armazenadas coisas boas e positivas, de forma a não esquecer o seu lado bom.

A gratidão torna-o mais positivo e feliz, mais resiliente, promovendo a sua saúde e bem-estar e ainda ajuda a reduzir o stress e a prevenir a depressão.

O QUE A CIÊNCIA NOS DIZ

Diversos estudos têm-nos demonstrado que a gratidão é algo de poderoso para o nosso cérebro, que nos gera maior saúde mental e bem-estar, melhorando as relações interpessoais, aumentando a nossa resiliência, diminuindo o stress e ajudando na prevenção da depressão.

Experienciar gratidão faz ativar duas partes do nosso cérebro, designadamente o pré-frontal medial ventral e o córtex na porção dorsal, áreas responsáveis pela recompensa, interações sociais positivas e capacidade de entender o que o outro pensa.

Podemos também salientar melhorias ao nível da saúde, com um sistema imunológico mais forte, tensão arterial baixa e melhor capacidade de dormir nos participantes que praticavam a gratidão. Destacam-se ainda maiores níveis de alegria e emoções mais agradáveis e positivas.

Concluindo, a gratidão tem impacto benéfico em diversas áreas, nomeadamente nas relações interpessoais, na saúde física e mental, na agressividade, na empatia, no sono, na autoestima e na autoconfiança.

É importante referir que cultivar o hábito da gratidão e manter o foco nesta ajuda-o a concentrar-se naquilo que têm, ao invés de se manter atento ao que não tem e que lhe falta. Note que, quanto mais praticar a gratidão, mais facilmente a sentirá de uma forma natural e espontânea.

Dicas simples para começar a praticar a gratidão

1 – Não precisa de ser grato por coisas extraordinárias na sua vida

Agradeça pelas coisas mais pequenas e simples que lhe vão acontecendo. Pode ser um elogio que recebeu do seu chefe, uma palavra amiga de um colega de trabalho, um sorriso do seu filho, um passeio com o seu animal de estimação, o duche que tomou hoje e que o deixou mais descontraído ou a aula de ioga que fez no jardim.

2 – Escreva o seu Diário de Gratidão

Crie um diário para agradecer todos os dias algo que lhe aconteceu. Pode dedicar-se a ele ao final do dia, antes de se deitar, agradecendo pelo menos uma coisa nesse dia.

Pode ser um gesto que teve com alguém ou que alguém teve consigo, alguma coisa que tenha sentido, algum acontecimento que se tenha revelado importante para si, um encontro com alguém que já não via há muito tempo.

3 – Crie um Pote da Gratidão

Escolha um frasco grande do material que desejar e escreva nele “Pote da Gratidão”, decorado ao seu gosto. O mais importante é que procure identificar e valorizar um ou vários aspetos positivos ao longo do seu dia, os escreva numa pequena folha e os coloque dentro do pote. O objetivo é que o sentimento de gratidão passe a fazer parte dos seus dias e, que todos os papéis que coloque no seu interior possam servir de lembretes para que, nos dias mais difíceis, olhe com atenção para eles e se relembre que existem coisas boas e positivas.

4 – Expresse a sua gratidão com alguém

Agradeça a alguém, mediante gestos ou palavras, mesmo que não exista uma razão imediata para isso. Diga obrigado pela simples presença da pessoa, escreva um elogio para alguém, evidencie o quanto a ajuda de alguém foi importante para si.

5 – Substitua reclamação por gratidão

Agarre-se ao presente, valorize cada momento e agradeça tudo aquilo que lhe faz sentido. Substitua as reclamações que não o vão ajudar e procure o lado positivo de cada situação ou acontecimento.

 

Sugestões de leituras sobre a gratidão

Se pretender explorar um pouco mais a sua curiosidade e conhecimento sobre a gratidão, deixo-lhe algumas sugestões de livros que lhe podem ser úteis: “Living in Gratitude”, de Angeles Arrien; “O Livro da Gratidão: Inspiração para Agradecer”, de Carolina Chagas; e “Gratidão”, de Oliver Sacks. Boas leituras!

Artigo publicado na edição de novembro 2021 (nº 321)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here