Dor nas articulações afeta milhões de pessoas em todo o mundo

0

 

Mais de metade da população com idade superior a 50 anos sofre de dor relacionada com as articulações. A osteoartrose e a artrite são as principais causas de dor articular e um motivo frequente de consulta médica. Este tipo de dor é também responsável pelo aumento das faltas ao trabalho, pela baixa produtividade laboral e tem um impacto significativo na qualidade de vida do doente.

 

Artigo da responsabilidade da Dra. Beatriz Craveiro Lopes, Médica, ex-conselheira da EFIC (European Federation of IASP Chapters)

 

Na osteoartrose, a dor é um sinal de alarme e está relacionado com a intensidade da degradação da articulação. Esta doença pode afetar todas as articulações, em particular as que suportam o peso corporal, como as ancas e joelhos; limitam a mobilidade e a atividades de vida diária.

Na artrite, as articulações podem ficar edemaciadas, duras, rígidas ou inflamadas, provocando dor. Este tipo de doença ocorre com maior frequência nas pequenas articulações das mãos, punhos e dos pés. Ainda não se sabe ao certo qual ou quais as causas da artrite não havendo formas de a prevenir. Ainda não foi descoberta a cura para a doença, pelo que devemos atuar precocemente no alívio dos seus sintomas, ou seja, no controlo da inflamação e da dor, de forma a recuperar a funcionalidade dos doentes.

Os doentes com dor nas articulações podem apresentar sintomas de dor neuropática, como sensação dolorosa tipo ardor, queimadura, choques elétricos, agulhas ou formigueiros.

O diagnóstico deste tipo de dor é clínico e baseado na história médica, exame físico e testes auxiliares.

O tratamento da dor articular deve contemplar medidas farmacológicas, com o recurso a medicamentos analgésicos opioides orientados para o alívio da dor, e medidas não farmacológicas, como exercícios moderados (especialmente os aquáticos, que fortalecem e dão flexibilidade), massagens ou acupuntura. É também recomendável evitar o excesso de peso para ajudar a reduzir a pressão sobre as articulações.

A dor osteoarticular é um dos temas em destaque no Fórum Futuro 2016, uma iniciativa formativa promovida pela Grünenthal, que decorre em Lisboa, nos próximos dias 18 e 19 de junho.

Este tema foi escolhido pela Associação Internacional para o Estudo da Dor (IASP) para assinalar o Ano Mundial Contra a Dor. Durante este ano, serão desenvolvidas, em todo o mundo, várias iniciativas dedicadas a este tema, para doentes e profissionais de saúde.

 

 

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA