Como manter a saúde visual em teletrabalho

0

O uso contínuo de dispositivos eletrónicos, tem tido um acréscimo devido ao teletrabalho, sendo comummente manifestados sintomas de desconforto ocular. (Vision Impact Institute, 2016) A solução ideal passaria por uma redução do seu tempo de utilização (máximo de utilização diária: 2 horas), todavia com o estilo de vida atual esta solução pode não ser exequível, como tal existem diversos conselhos a nível ocular e ergonómico que podem melhorar a qualidade de vida no período de pandemia. (Eye Promise, 2019)

Por Joana Isabel Figueiredo da Silva, aluna finalista da Licenciatura em Ortóptica e Ciências da Visão, Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa

O conjunto de sintomas associados ao uso prolongado de ecrãs digitais, denomina-se Síndrome da Visão do Computador ou Tensão Ocular Digital, segundo a Associação Optométrica Americana, a sintomatologia envolve fadiga ocular, secura ocular, dores de cabeça, visão desfocada, dores nos ombros e pescoço. As causas destes sintomas são diversas, má iluminação, brilho do ecrã, distâncias de visualização inadequadas, má postura, problemas de visão não corrigidos (erros refrativos e/ou alterações oculomotoras), podendo ser verificadas em simultâneo. (American Optometric Association, 2017) De forma a reduzir a sintomatologia, tenha em consideração os seguintes conselhos:

  1. Pestaneje: Por norma, os humanos pestanejam cerca de 15 vezes num minuto. Ao utilizar equipamentos digitais a frequência de pestanejo diminui para cerca de 5 a 7 vezes num minuto. Ao pestanejar distribui filme lacrimal na superfície do seu olho, mantendo a sua humidade e reduzindo a secura ocular. (American Academy of Ophthalmology, 2020)

  2. Regra 20-20-20: Por cada 20 minutos, faça uma pausa de 20 segundos a olhar para 20 pés (6 metros), desta forma irá relaxar a musculatura dos seus olhos, promover o pestanejo e consequentemente a lubrificação ocular. (American Academy of Ophthalmology, 2020)

  3. Luminosidade constante: De forma a reduzir a fadiga ocular, as condições de iluminação do seu ambiente de trabalho devem ser constantes, evitando fontes luminosas de elevada intensidade e reflexos no ecrã. (Silva & Vaz, 2008)

  4. Posicionamento do ecrã: Deve estar a uma distância de 35-40 cm dos olhos do observador, a parte superior do ecrã deve estar ao nível dos olhos. Terá um maior conforto visual e evitará a adoção de posturas desconfortáveis. (Silva & Vaz, 2008)

  5. Brilho e contraste: Atualmente, todos os dispositivos eletrónicos permitem a alteração do brilho e contraste, reduza o brilho e aumente o contraste para obter uma melhor qualidade visual. (American Academy of Ophthalmology, 2020)

  6. Ambiente: Ambientes secos, com presença de ar condicionado, fumo ou pó contribuem para a secura ocular. Uma boa estratégia a adotar é o uso de humidificadores. (Silva & Vaz, 2008)

  7. Consulta de rotina: Realize consultas de rotina, de forma a detetar problemas visuais, obtendo um aconselhamento profissional de um ortoptista ou oftalmologista. (Ministério da Saúde, 2016)

Referências:

  • American Academy of Ophthalmology. (2020). Computers, Digital Devices and Eye Strain. Obtido de American Academy of Ophthalmology: https://www.aao.org/eye-health/tips-prevention/computer-usage

  • American Optometric Association. (2017). Computer vision syndrome. Obtido de American Optometric Association: https://www.aoa.org/healthy-eyes/eye-and-vision-conditions/computer-vision-syndrome?sso=y

  • Eye Promise. (2019). Screen Time Guidelines by Age. Obtido de Eye Promise: https://www.eyepromise.com/wp-content/uploads/2019/05/Screentime-Recommendation-Chart-Final_AAP-WHO.pdf

  • Ministério da Saúde. (2016). Diretiva Ministério da Saúde- Profissionais de Saúde. Obtido de Ministério da Saúde: https://diretiva.min-saude.pt/profissionais-de-saude/

  • Silva, D. S., & Vaz, F. T. (2008). Perguntas e Respostas em Ergoftalmologia. Obtido de Grupo Português de Ergoftalmologia: https://ergophthalmology.com/pt-pt/book/411-o-que-e-sindrome-da-fadiga-ocular-ao-computador-ou-astenopia-digital

  • Vision Impact Institute. (2016). 2016 Digital Eye Strain Report. Obtido de Vision Impact Institute: https://visionimpactinstitute.org/wp-content/uploads/2016/03/2016EyeStrain_Report_WEB.pdf

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here