Animais aliviam stress dos portugueses e foram decisivos na pandemia

Os portugueses dizem que os animais foram decisivos em período pandémico, contribuindo para o combate ao stress e à ansiedade mesmo para lá da pandemia.

Um inquérito da Fixando junto de 8.870 inquiridos da sua plataforma, entre os dias 24 e 29 de setembro, revela que 93% entende que os animais de companhia contribuem eficazmente para o bem-estar dos seus donos.

A informação disponibilizada no âmbito do Dia Mundial dos Animais explica a razão pela qual se verificou um aumento significativo na adoção e compra de animais durante a pandemia.

Os benefícios associados aos animais domésticos são reconhecidos pela maioria dos encarregados de educação, inclusive na importância que têm para o crescimento e desenvolvimento dos jovens.

No mesmo inquérito, 14% dos donos que adquiriram um novo animal no último ano indicam que o fizeram para apoiar o crescimento das crianças, enquanto que 96% consideram os animais domésticos imprescindíveis no desenvolvimento dos mais novos.

Face ao aumento dos animais adotados, também os serviços de cuidado animal têm sido mais procurados pelos portugueses com o treino de animais a registar um aumento na ordem dos 61% face a 2020, enquanto os hotéis assistiram a um crescimento na ordem dos 36%.

Estas atividades representam um custo médio de €48 por serviço e, apesar do impacto negativo da pandemia nos orçamentos domésticos, o crescimento do setor animal traduz um esforço financeiro por parte das famílias que ronda os €52 mensais por cada animal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here