Tosse é uma defesa do organismo!

0

A TOSSE É UM MECANISMO QUE SERVE PARA MANTER LIVRES AS VIAS RESPIRATÓRIAS. EMBORA NÃO SEJA NADA DE GRAVE, É MUITO INCÓMODA. EIS COMO ALIVIÁ-LA.

 

tosse é um ato reflexo, uma resposta fisiológica à irritação das vias aéreas, que funciona como um importante mecanismo de defesa do sistema respiratório, permitindo a expulsão de elementos nocivos, como poeiras, vírus e bactérias, entre outras substâncias.

A tosse é um sintoma frequentemente associado à constipação, podendo, no entanto, ter outras causas, nomeadamente:

  • doenças infecciosas;
  • ndoenças crónicas (DPOC, asma, refluxo gastroesofágico, insuficiência cardíaca congestiva, etc.);
  • inalação de fumo;
  • presença de corpos estranhos na garganta;
  • alguns medicamentos podem provocar tosse seca e irritativa;

Diagnosticar corretamente o que provoca a tosse é essencial para um tratamento adequado.

 

TIPOS DE TOSSE

A tosse é caracterizada de acordo com a sua duração (aguda ou crónica) e com a sua natureza (produtiva ou seca).

A TOSSE AGUDA surge de forma repentina e apresenta uma duração limitada no tempo (dias ou semanas), estando normalmente associada a infeções respiratórias agudas, como gripes ou constipações. Por norma, é passível de tratamento com aconselhamento farmacêutico.

A TOSSE CRÓNICA prolonga-se no tempo e pode ter origens múltiplas, sendo recomendada a consulta médica.

 

SECA OU PRODUTIVA?

A TOSSE SECA/IRRITATIVA/NÃO PRODUTIVA é caracterizada pela ausência de secreções. Esta tosse é desencadeada pela irritação e inflamação das vias respiratórias superiores, devido a vírus, bactérias ou substâncias irritantes (pó, fumo, etc.).

A TOSSE PRODUTIVA/COM EXPETORAÇÃO ocorre quando existe produção de muco.

É consequência de doenças infeciosas das vias respiratórias inferiores (traqueia, brônquios e pulmões), ou surgir ainda, como uma evolução da tosse seca.

 

EXPETORANTE OU ANTITÚSSICO?

Na maioria dos casos, a tosse é protetora e facilita a remoção de partículas estranhas e do excesso de secreções – tosse produtiva.

As substâncias expetorantes, como o cloridrato de ambroxol, podem facilitar este processo.

A tosse produtiva não deve ser suprimida com antitússicos, por conduzir à acumulação de secreções que podem atrasar a recuperação de uma infeção pulmonar.

A tosse seca não tem qualquer efeito protetor. Deve ser suprimida com antitússicos, nomeadamente o bromidrato de dextrometorfano, desde que não se suspeite de alguma situação mais grave.

 

Destaque

Tratamento não farmacológico da tosse

  • Beber muitos líquidos;
  • Evitar o álcool, a cafeína e o tabaco;
  • Humidificar o ambiente (temperatura entre 18 e 20ºC e humidade entre 60 e 80%);
  • Dormir com a cabeceira da cama ligeiramente elevada (para aliviar a tosse seca durante a noite);
  • Evitar esforçar a voz;
  • Descansar bastante.

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA