O seu pavimento pélvico está em forma?

0

Sabia que uma em cada quatro mulheres tem perdas de urina em algum momento da sua vida? Para prevenir este problema, o melhor é manter a musculatura pélvica fortalecida e tonificada.

O pavimento pélvico é a estrutura muscular que suporta os órgãos pélvicos: a uretra, a bexiga, o útero e o reto. Esta musculatura permite que estes funcionem corretamente e mantém os esfíncteres fechados. Quando o pavimento pélvico está debilitado, não consegue exercer corretamente a sua função de suporte, nem fechar os esfíncteres, e ocorrem perdas de urina.

São as mulheres as que mais sofrem desde problema: uma em cada quatro terá perdas de urina em algum momento da sua vida. É uma situação mais frequente do que pensamos. Os culpados são as alterações hormonais próprias da gravidez e da menopausa, que afetam a elasticidade do pavimento pélvico; e os partos vaginais, que podem danificá-lo.

Outros fatores de risco podem também alterar esta musculatura, como a obstipação, a obesidade ou a prática de desportos que impliquem pressão intra-abdominal (como correr ou saltar).

As perdas de urina, ainda que sejam apenas algumas gotas, são sintoma de que o pavimento pélvico está enfraquecido. Às vezes, as fugas surgem quando se realiza uma atividade física, como levantar um objeto pesado ou praticar exercício, ou ainda durante um ataque de tosse, um espirro ou uma gargalhada. É a denominada incontinência de esforço.

Em outros casos, sente-se uma vontade repentina e brusca de urinar, que não se consegue controlar antes de chegar à casa de banho. É a incontinência de urgência. Por vezes, as perdas de urina surgem em ambas as situações (incontinência mista).

COMO EVITAR AS PERDAS DE URINA?

Muitas mulheres desconhecem a importância que esta musculatura tem na sua qualidade de vida, presente e futura. Outras, por pudor, escondem o problema e assim permitem que este evolua e as suas condições se deteriorem. Perceber como funciona e porque se deve manter o pavimento pélvico fortalecido e tonificado em qualquer idade é fundamental para o seu bem-estar físico e psíquico.

A prevenção é uma boa forma de evitar as perdas de urina, e para tal é necessário investir em hábitos de vida saudáveis, como  uma boa dieta que mantenha à distância a obstipação e a obesidade, e praticar exercícios específicos para fortalecer o pavimento pélvico, sobretudo em momentos concretos da vida, como a gravidez, o pós-parto ou a menopausa.

Caso já existam perdas de urina, ainda que sejam apenas algumas gotas, não devemos pensar que são algo que deve ser dado como certo depois de um parto ou como consequência lógica da idade. A perda de urina é um sintoma de que o pavimento pélvico está debilitado e que necessita de atenção.

Consultar um especialista é vital para solucionar o problema. É ele que vai avaliar o estado desta musculatura e o tratamento mais adequado a cada caso. Muitas vezes, pode ser solucionado com um programa de reabilitação do pavimento pélvico.

Descubra mais sobre pavimento pélvico e outros assuntos relacionados em centradaemsi.pt .

Artigo publicado na Edição de fevereiro 2016 (nº 258)

 

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA