Gravidez e atividade física: são compatíveis?

Nos últimos 30 anos, a evidência científica tem comprovado os benefícios da atividade física na gravidez.

Artigo da responsabilidade da Dra. Diana Pereira, Farmacêutica – Intervenção Farmacêutica Holon; e da Enfª Joana Luciano, Enfermeira & Personal Trainer – Gestora de Projetos & Serviços

Dra. Diana Pereira
Enfª Joana Luciano

 

 

 

 

 

 

 

 

Em 2002, a American College of Obstetricians and Gynecologists publicou orientações para as grávidas, sem complicações obstétricas, e afirmou que estas devem adotar as mesmas recomendações de atividade física que as mulheres não grávidas. São muitos os benefícios que advêm desta prática constante, entre os quais a diminuição do inchaço nos membros inferiores, um melhor desenvolvimento fetal, a diminuição da incidência de patologias gestacionais e, muito importante, o impacto positivo na saúde mental.

A depressão pós-parto é um tema muito abordado e preocupante para a nossa sociedade, mas igualmente preocupante é a percentagem de grávidas que sofre de depressão pré-parto, na sua maioria subdiagnosticada. Os sinais e sintomas cruzam-se em ambos os casos e devem ser conhecidos pelo núcleo mais próximo da grávida, em contexto de alerta. A atividade física contribui para um aumento do bem estar físico, por ajudar a controlar o aumento de peso que ocorre na gravidez, mas não só. Durante a prática de exercício físico são libertadas substâncias químicas que atuam no sistema nervoso e que são responsáveis pela sensação de bem estar.

A recomendações para grávidas são 30 minutos diários de exercício físico de intensidade moderada, por exemplo caminhadas, bicicleta ou natação.. Porém, determinadas grávidas devem ter mais cuidados em alguns exercícios, nomeadamente se sofrerem de alguma patologia. A estrutura pélvica da mulher sofre alterações, durante e após a gravidez, que podem ser atenuadas, ou até mesmo prevenidas, com exercícios de Kegel. Também a saúde muscular e articular requerem atenção. A prevenção de uma eventual lesão torna-se imperativa, uma vez que o tratamento é mais limitado, mas igualmente importante.

Será que existem exercícios contraindicados a grávidas ou grávidas contraindicadas para alguns exercícios? Venha descobrir na próxima  Masterclass, dia 4 de agosto, às 18h, no Facebook das Farmácias Holon!

 

 

 

 

Acompanhe o projeto “Gravidez de mês a mês” criado com o objetivo de esclarecer e informar as mulheres grávidas sobre temas essenciais dos nove meses da gestação.

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here