Comprovada a eficácia Airfree na destruição do vírus da covid-19

Acaba de ser confirmada a eficácia dos purificadores de ar da marca Airfree na destruição do vírus SARS-CoV-2, causador da covid-19. O teste científico que o comprova foi  efetuado pelos Laboratórios MRIGlobal, nos EUA, revelando a eficácia dos aparelhos Airfree, com a sua exclusiva Tecnologia TSS no processo de desativação do SARS-CoV-2.

A MRIGlobal é uma instituição líder, a nível mundial, no setor da tecnologia e ciência. E foi aqui que se testou um dos modelos domésticos da marca, com resultados acima das melhores expectativas.

Como é que os aparelhos funcionam?

A tecnologia Airfree destrói os vírus do ar, em vez de “apenas” os reter, vivos ou mortos, como acontece nos aparelhos com filtros de ar. O ar contaminado entra nos purificadores Airfree por convexão, e é “fervido”/ esterilizado a 200º C quando passa pelos mini-dutos do seu núcleo de cerâmica patenteado, TSS.

É nesse núcleo que se destroem todos os vírus e microrganismos, sendo devolvido aos ambientes o ar purificado e fresco, já que este processo não aquece os ambientes.

Como é que o Airfree destrói o SARS-CoV-2

 O SARS-CoV-2, que como se sabe causa a COVID-19 é, como a maior parte dos vírus, sensível ao calor, pelo que a sua exposição a altas temperaturas dá origem a uma inativação/ destruição eficientes.

Já anteriormente a este novo teste, os aparelhos da marca tinham sido testados em laboratórios certificados, um pouco por todo o mundo, tendo-se comprovado a destruição de todos os microrganismos, incluindo vírus como o da Influenza A.

Como é que o atual teste foi realizado?

Este teste específico agora realizado nos Laboratórios MRIGlobal, nos EUA, em nível de segurança biológico (nível 3), foi efetuado em apenas 60 minutos, atingindo uma taxa impressionante de redução do vírus, com os seguintes procedimentos:

Duas câmaras de teste idênticasUma com Airfree e outra vazia (de controlo);

O vírus SARS-CoV-2 – Nebulizado para as duas câmaras com a mesma quantidade de carga viral;

Análise comparativaAs amostras de ar são analisadas nas duas câmaras a cada 15 minutos, durante 60 minutos;

Resultados:

  • O teste mostra uma importante redução do vírus vivo na câmara com o Airfree, em comparação com a câmara de controlo.
  • Ficou comprovada a eficácia do Airfree na destruição do SARS-CoV-2, o vírus responsável pela infeção por COVID-19.

Primeira marca, a nível mundial…

Pode assim dizer-se, inequivocamente, que os purificadores de ar Airfree contribuem para manter os ambientes fechados mais seguros quanto à COVID-19. E também que esta marca nacional é a primeira, a nível mundial, a comprovar a sua eficácia, dirigida a este particular vírus.

Entretanto, tal como faz parte da política de transparência da empresa, o teste completo efetuado com o aparelho já está publicado no site da Airfree, sendo divulgado para todos os cerca de 60 países que importam estes purificadores de ar.

Airfree é líder no tratamento do Ar

Passamos mais tempo em ambientes fechados do que ao ar livre.

E sabe-se que o ar interior pode estar até 100 vezes mais poluído do que o ar exterior, sendo essa má qualidade do ar responsável por um número cada vez maior de pessoas com problemas respiratórios (entre outros efeitos adversos para a saúde).

No contexto atual de Pandemia, em que para além da condição de saúde de cada indivíduo está também a possibilidade de contaminação pelo SARS-Cov-2, o uso do Airfree será sem dúvida uma medida complementar importante.

Vantagens do Airfree

  • Exclusiva tecnologia TSS™ sem filtros
  • Tecnologia patenteada e ecológica
  • Não usa filtros / não necessita de manutenção
  • Destrói os vírus e bactérias, não os acumula
  • Totalmente silencioso
  • Baixo consumo de energia
  • Pequeno e portátil
  • Design distinto
  • Garantia de até 3 anos

 

Segundo a Airfree é importante mencionar que não se pode garantir que todos os vírus sejam destruídos, antes de serem inalados.

Importa também referir que os purificadores de ar da marca são uma medida complementar para manter um baixo nível de microrganismos em ambientes interiores. E que o seu uso deve ser aliado, quando fora de casa (em ambientes fechados), às recomendações padrão da OMS para a proteção individual, reduzindo a exposição e a transmissão cruzada.

www.airfree.pt

http://www.facebook.com/AirfreePortugal

https://www.instagram.com/airfree_pt

http://blog.airfree.pt

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here