Dieta depurativa para depois dos excessos

0
Healthy vegetable smoothie and juice. Selective focus

Para trás ficaram os dias de todos os excessos e, portanto, chegou o momento de desintoxicar o organismo e tentar eliminar as gorduras acumuladas. Para tal, nada melhor do que uma dieta essencialmente depurativa.

Manter uma dieta rigorosa durante a época natalícia é uma tarefa quase impossível, mesmo para aqueles que têm uma força de vontade férrea. A verdade é que todos cometemos alguns excessos e o melhor que há a fazer é corrigi-los, ingerindo alimentos adequados e pondo em prática alguns conselhos nutricionais, depois de passada a temporada das Festas.

Esta é uma boa altura para recorrer às dietas depurativa, rápidas e fáceis, através das quais se consegue perder peso e limpar o organismo. Não se trata de planos dietéticos para manter a longo prazo, mas sim de medidas de urgência para situações concretas, como o período do Natal, casamentos, Páscoa, férias, etc.

Mais cuidados

O aumento do nível calórico do plano alimentar que ocorre em períodos festivos vem, sobretudo, da ingestão de mais gorduras, hidratos de carbono de assimilação rápida, açúcares simples e farinhas refinadas. Este aumento implica um incremento do trabalho do estômago, fígado, intestino e pâncreas. Portanto, é a estes órgãos que devemos dedicar todo o cuidado.

A primeira coisa a fazer é, obviamente, moderar as quantidades destes alimentos, embora sem passar fome. O ideal é comer pequenas quantidades, ingerir produtos ricos em fibras e preparar pratos ligeiros, mas atrativos aos olhos. Também é importante comer devagar e mastigar bem, já que a digestão é um processo que começa na boca.

A dieta pós-Festas deve conter uma quantidade de gorduras e açúcares mínima e um conteúdo proteico normal. Também é aconselhável prescindir do álcool durante algum tempo.

Para não castigar ainda mais o aparelho digestivo, o ideal é reduzir a ingestão de carnes de porco e de borrego, enchidos e fritos em geral. Deve, também, limitar o consumo de manteiga, queijos gordos, panados, bolos e pão.

Não convém ainda abusar de algumas frutas de digestão difícil, como bananas, figos e tâmaras. Os resultados destas pequenas restrições vão notar-se, não só no aparelho digestivo, mas também nos valores do colesterol e nos quilos acumulados.

Leia o artigo completo na Edição de janeiro 2016 (nº 257)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA