Dietas para emagrecer depois do verão

0

Após as férias, se verificar que tem uns quilitos a mais, poderá facilmente perdê-los levando a cabo uma dieta à sua medida. Propomos-lhe sete opções diferentes, para escolher a que melhor se adapta à sua situação.

 

Não há nada mais simples do que perder o excesso de peso logo após este surgir. Pelo contrário, quando se deixam os quilos “assentar”, não só é mais fácil que se acumulem muitos mais, como também se torna mais difícil a sua eliminação. Por este motivo, se desfrutou, durante o verão, da rica gastronomia portuguesa e isso fez avançar o ponteiro da balança, o melhor é lançar mãos à obra e tentar recuperar o seu peso anterior, antes que os quilos a mais se consolidem para sempre.

E como a variedade e a personalização da dieta são a base do êxito de qualquer regime de emagrecimento, sugerimos sete menus diferentes, para escolher aquele que mais goste ou que melhor se adapte às suas atuais condições físicas.

Se se identificar com vários deles, pode alternar entre os que mais lhe interessem. Todos são pobres em calorias, equilibrados em proteínas, hidratos de carbono e gorduras, permitindo emagrecer, pelo menos, um quilo por semana.

Há que ter tem conta, simultaneamente, uma série de bons conselhos, que ajudarão a baixar confortavelmente aquilo que está em excesso.

 

EVITAR BEBER À REFEIÇÃO

Os líquidos ingeridos à refeição atrasam a digestão, levando os sucos digestivos a absorverem menos nutrientes, uma vez que estes são emulsionados pela água. Em consequência, a transformação dos alimentos faz-se em piores condições.

No entanto, para que a dieta resulte eficaz, há que beber, pelo menos, um litro de água por dia, fora das refeições.

COMER LENTAMENTE

Se se comer rápida e vorazmente, a única coisa que se consegue é que o estômago se encha antes da informação de saciedade chegar ao cérebro. O resultado é que se continua a ter fome, mesmo depois do estômago já estar cheio. Ao comer espaçadamente, o efeito saciante da comida surge mais cedo e, portanto, come-se menor quantidade.

CUIDAR DA PELE

Por vezes, quando se segue uma dieta restrita, a pele deteriora-se e a cútis torna-se baça. Para o evitar, sobretudo depois do verão, época em que a pele necessita de uma cura reidratante de emergência, há que incluir no menu diário três colheres de um óleo vegetal cru – de gérmen de trigo, de milho ou azeite –, já que os ácidos gordos essenciais ajudam à manutenção das membranas celulares.

Leia o artigo completo na edição de setembro 2016 (nº 264)

 

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA