Como evitar levar pragas para casa pós-férias de verão

O verão é a estação perfeita para umas férias e para nos desconectarmos da rotina. Nada como apanhar sol, deitarmo-nos na relva num acampamento, fazer um piquenique ou caminhadas. Mas o verão é também a época em que espécies rastejantes saem para se deitarem ao sol e na relva consigo.

Por exemplo, as baratas são uma das pragas mais comuns e também uma das mais difíceis de controlar, pois têm uma grande capacidade de sobrevivência e adaptação. Uma vez dentro das casas, as baratas multiplicam-se rapidamente e sua eliminação é muito complexa.

Os percevejos são uma praga emergente que pode afetar qualquer lugar (quarto de hotel, residência particular ou qualquer outro espaço habitado por humanos). Neste contexto é considerada a praga com mais impacto no setor hoteleiro.

A última coisa que se quer depois de uma merecida escapadela é que tais pragas ou outras rastejem para os seus pertences e voltem para casa consigo no regresso.

Fique com algumas dicas dadas por Joana Mateus, diretora técnica da Anticimex Portugal, para evitar que percevejos, baratas, pulgas e outras pragas viajem consigo para casa depois de umas fantásticas férias.

• No local onde vai ficar, coloque sempre a sua mala sobre uma superfície fria;

• Quando fizer novamente a mala para regressar, faça-o na casa de banho e sacuda toda a roupa que se manteve fora;

• Na chegada a casa, abra a mala na casa-de-banho;

• Se puder, lave as roupas a mais de 40ºC (preferível a 60ºC).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here