Normédica-Ajutec aposta no Desporto para Todos/Desporto Adaptado

0

A Normédica-Ajutec 2017 regressa, entre os dias 2 e 4 de novembro, à Exponor – Feira Internacional do Porto, para mostrar e debater as grandes evoluções tecnológicas e científicas que a área da Saúde sofreu nos últimos anos.

Para dar a conhecer a importância que o desporto tem para a inclusão de pessoas com capacidades limitadas, após quatro anos de interregno, a grande novidade da edição de 2017 da Normédica-Ajutec é o Desporto para Todos/Desporto Adaptado.

Em parceria com a Sábios e Competentes, a Normédica-Ajutec vai proporcionar ao público (com e sem limitações) uma experiência alargada e abrangente, através da prática de modalidades adaptadas (basquetebol em cadeira de rodas, voleibol sentado, goalboll, polyba, judo, ténis de mesa, escalada, slalom em cadeira de rodas, dominó e cartas).

Com 2 mil metros quadrados, o espaço do Desporto para Todos/Desporto Adaptado, que será o primeiro evento do género realizado em Portugal, irá ainda contar com torneios nas modalidades de dominó, cartas, polybat e ténis de mesa.

Com uma área expositiva diversificada – com mais de 2 mil m2 -, na Normédica-Ajutec as empresas do setor da Saúde vão mostrar aos visitantes o que de mais avançado e inovador desenvolveram nos últimos anos.

Neste âmbito, fruto de uma parceria que a Exponor estabeleceu com a Iberia Advanced Health Care, a feira vai contar com o Open Lab, um espaço, dinâmico e interativo, para partilha de inovação e conhecimento, onde empresas e instituições científicas vão apresentar (algumas em primeira-mão) e mostrar como funcionam os seus projetos e produtos avançados na área da Saúde.

O Open Lab vai contar com a presença da Universidade do Minho – Plataforma Fibrenamics (materiais avançados para a Saúde), do CENTI (Visit the future), da Escola Superior de Saúde – Porto, Medicina Nuclear (A Medicina Nuclear como ferramenta de inovação no século XXI), a Action Coach (Do diagnóstico à terapêutica – Business Coaching para Empresas), do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave, Escola Superior de Design (Projeto Europeu ICT4SILVER), do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave, Escola Superior de Tecnologia (IPCA Medical Technologies), da SOLO e do Centro Tecnológico do Calçado Português (Plataforma para o desenvolvimento de calçado inovador com base em conceitos, materiais e tecnologias portuguesas avançadas).

Tendo como base o conceito “Avalia-te a ti Próprio”, o espaço da feira contará ainda com uma Pista de Check-up. Concebida pela Larus Design, o equipamento desenvolve-se em percursos pedestres e é composto por um conjunto de placards, que ao longo do percurso motivam e consciencializam os utilizadores a realizarem uma série de autoexames de saúde.

As Pistas Check-Up são um projeto pioneiro à escala mundial, baseado na implementação de equipamentos medicalizados, placards informativos e de avaliação em pistas pedonais ou ciclovias, que permitem à população uma autoavaliação e alertas de desvios cardiovasculares, urológicos e metabólicos.

Para além da área de exposição, a edição de 2017 da Normédica-Ajutec também irá contar com a realização de um Fórum, um espaço idealizado para debater temas diversos ligados à área da Saúde e de interesse para a sociedade.

Desenvolvido em parceria com a Lab Fit– Health Products Research and Development e a UBI-Universidade da Beira Interior, o Fórum Normédica-Ajutec contará com sessões sobre reabilitação após AVC, sustentabilidade alimentar, prevenção de escaras, posicionamento, normalização, plantas aromáticas e medicinais, inovação em Dermatologia, manutenção hospitalar, empreendedorismo no cuidar da pessoa, Bariatria, equipamentos na reabilitação, Geriatria e Pediatria, Termalismo, turismo acessível e saúde mental.

Durante três dias, o Fórum vai contar com a participação de especialistas da área da Saúde, estando já confirmada a presença do INFARMED, FFUC Faculdade de Farmácia Universidade de Coimbra, UBI Universidade da Beira Interior, FFUP Faculdade de Farmácia da Universidade do Porto, IPCB Instituto Politécnico de Castelo Branco, Sociedade Portuguesa de Ciências Cosmetológicas, FMUP Faculdade de Medicina da Universidade do Porto, LABFIT, Laboratório de Tecnologia Farmacêutica – Departamento de Ciências do Medicamento – FFUP – Faculdade de Farmácia da Universidade do Porto, CCDRC, UP Universidade do Porto – Sociedade Portuguesa de Hidrologia Médica, ATP – Termas de Portugal e da Associação Mundial de Turismo de Saúde e Bem-Estar.

Do lado da Normalização nos Sistemas de Informação para a Saúde, que constitui um dos vetores  para a promoção da qualidade dos cuidados de saúde e para a eficiência e eficácia dos serviços e investigação científica, o Fórum também contará com a presença do Instituto Português da Qualidade (IPQ), que através do Laboratório Nacional de Metrologia irá apresentar o tema “e-Health Estratégias e Oportunidades”.

 

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA