Holmes Place desenvolve Programa de Reabilitação para combater efeitos colaterais da covid-19

0

O Holmes Place ampliou a sua oferta com um novo programa de reabilitação que visa melhorar a qualidade de vida de pessoas que ficaram com sequelas devido à infeção pelo coronavírus.

O Programa de Reabilitação Covid-19 segue diretrizes nacionais e internacionais, provenientes de estudos de várias entidades norte-americanas e europeias, como a Harvard University, o Karolinska Institute ou o laboratório Novartis.

Ao aliar três áreas centrais, os serviços de Fisioterapia, Nutrição e Personal Training permitem realizar um rastreio personalizado, estruturar um programa à medida (consoante as prioridades diagnosticadas), calcular a sua duração inicial e definir a periodicidade das avaliações. É complementado por uma constante monitorização ao nível cardiorrespiratório/muscular, um acompanhamento semanal e uma reavaliação mensal.

Este programa foi pensado especificamente para responder a todos aqueles que sofrem de efeitos secundários da doença, através de um produto personalizado e acompanhamento de uma equipa especializada e multidisciplinar. Em termos práticos, começa sempre por uma avaliação inicial com um Fisioterapeuta. Segue-se uma consulta com um Nutricionista que irá indicar cuidados alimentares a reforçar, para assegurar as necessidades nutricionais. Após o rastreio, a equipa multidisciplinar define o programa em si, com as especialidades que deve englobar por ordem de prioridade.

Durante este programa vão poder usufruir das excelentes instalações dos 21 clubes, com espaços amplos e ambiente seguro, onde dispõem de equipamentos e materiais indispensáveis ao seu progresso. Podem, ainda, utilizar a piscina, presente em todos os clubes, como um complemento para a sua reabilitação. O meio aquático ajuda a melhorar a mobilidade (reduzindo o suporte do peso corporal), trabalha a resistência (uma das sequelas pós-covid mais referidas é a fadiga), promove uma diminuição da perceção da dor (as dores musculares são comuns durante e após a infeção), aumenta a força na fase inicial da recuperação (a perda de força devido à inatividade é referida na maioria dos casos) e o controlo respiratório é trabalhado de forma ativa (a restrição pulmonar é bastante frequente até 12 meses após a alta médica).

A Organização Mundial de Saúde (OMS) tem vindo a alertar para os efeitos de covid-19 a longo prazo, defendendo que “ser fisicamente ativo é fundamental para a saúde e o bem-estar e pode adicionar anos à vida e vida aos anos”. É neste sentido que o Holmes Place, enquanto marca com mais de quatro décadas de experiência no mercado, reforça o seu posicionamento na área da saúde, do bem-estar e da inovação em Portugal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here