Enurese noturna: a culpa não é da criança!

0

A perda involuntária de urina durante o sono – o famoso “chichi na cama” – designa-se por enurese noturna quando ocorre, com certa regularidade, numa criança com idade igual ou superior a 5 anos. Hoje, sabe-se que a enurese muito raramente tem causa psicológica.

Artigo da responsabilidade da Dra. Maria Helena Estêvão, Pediatra com competência em Medicina do Sono

 

O seu filho (ainda) faz chichi na cama? Acha que o seu filho é preguiçoso? Ou, pior, que tem um problema de comportamento?

Pois saiba que fazer chichi na cama de uma forma involuntária é uma situação que está, na maioria das vezes, ligada ao desenvolvimento da criança e pode ser considerada normal até por volta dos 5 anos de idade. Enurese é o termo médico para esta situação.

Compreenda o que se passa com o seu filho, tenha a calma por cúmplice e estará no bom caminho para o ajudar.

É MUITO FREQUENTE AS CRIANÇAS FAZEREM CHICHI NA CAMA?

A capacidade de reter a urina durante algum tempo está intimamente ligada ao desenvolvimento da criança e, habitualmente, ocorre até aos 3-4 anos de idade, primeiro durante o dia e só depois durante a noite. A persistência das perdas urinárias noturnas a partir dos 5 anos pode começar a constituir motivo de inquietação, sobretudo se ocorre com uma frequência de duas ou mais vezes por semana.

Saiba que, à semelhança do seu filho, há muitas outras crianças que têm dificuldade no controlo da emissão de urina. A situação ocorre num quinto das crianças de 5 anos de idade e a frequência vai diminuindo, até que pelos 7 anos só acontece numa de cada 10 crianças. Pode prolongar-se até à adolescência ou mesmo até à idade adulta.

A Associação Portuguesa de Sono participou, no início do ano de 2017, num estudo de parceria com a Ferring, em que se pretendia conhecer a prevalência da enurese numa população de crianças portuguesas com idades compreendidas entre os 5 e os 10 anos. Na análise dos resultados obtidos, verificou-se que fazer chichi na cama, pelo menos ocasionalmente, não é assim tão raro, pois em 52% destas crianças tinha ocorrido pelo menos uma vez no último mês. Em 7,4% das crianças, ocorrera duas ou mais vezes por semana.

PORQUE É QUE ALGUMAS CRIANÇAS FAZEM CHICHI NA CAMA?

As crianças não fazem chichi na cama porque querem, por birra ou porque são preguiçosas. Acontece involuntariamente e as razões apontadas são várias, algumas relacionadas com um atraso da maturação. Uma bexiga de menor volume, a produção dr um grande volume de urina durante a noite (por falha da hormona antidiurética, que tem por função concentrar a urina durante a noite), um sono mais profundo ou mesmo fatores genéticos, são as causas mais frequentemente apontadas como responsáveis. A hereditariedade tem, seguramente, uma influência significativa, já que em 70% das crianças com enurese, pelo menos um dos pais foi igualmente afetado durante a sua infância.

Estes fatores são os que estão habitualmente na génese da ENURESE PRIMÁRIA, situação em que a criança nunca deixou de fazer chichi na cama. Mas, na ENURESE SECUNDÁRIA, situação em que a criança, depois de estar mais de seis meses sem urinar na cama, recomeçou a ter episódios de perdas urinárias noturnas, as causas são habitualmente diferentes: infeção urinária, diabetes, problemas psicológicos.

Leia o artigo completo na edição de outubro 2017 (nº 276)

 

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA