Como travar a osteoartrose

0

A glucosamina e a condroitina, duas substâncias naturais, são eficazes na redução da dor articular e na melhoria da mobilidade. O selénio, um micronutriente essencial, tem uma função protetora.

 

Um dos inconvenientes da idade é a osteoartrose, que consiste na deterioração progressiva da cartilagem articular, provocando dores e alteração do funcionamento articular na população idosa. A boa notícia é que, agora, é possível combater este problema sem recorrer a medicamentos sintéticos. A associação de duas substâncias naturais, glucosamina e condroitina, tem precisamente o mesmo efeito de alívio da dor que os medicamentos analgésicos e anti-inflamatórios.

RECUPERA A CARTILAGEM

Na verdade, alguns estudos mostraram que a glucosamina tem um efeito ainda melhor do que os anti-inflamatórios não esteroides – AINE –, o tipo de anti-inflamatório mais usado no tratamento da osteoartrose.

Contudo, o que é realmente interessante é que a glucosamina é o único tratamento que, até ao momento, conseguiu travar a progressão da osteoartrose. Alguns especialistas consideram até que a glucosamina pode recuperar parte da cartilagem degradada. Contrariamente aos medicamentos sintéticos, que apenas aliviam a dor, a glucosamina favorece a formação de cartilagem saudável pelo próprio organismo.

SUBSTÂNCIAS NATURAIS

A glucosamina é extraída do marisco, normalmente do camarão. A casca dos crustáceos contém certas moléculas de açúcar, biologicamente ativas, que servem de “constituintes” naturais na cartilagem. São conhecidas por glucosaminoglicanos e são usadas na formação de tecido cartilagíneo no organismo. A glucosamina, com o seu teor de glucosaminoglicanos, é uma espécie de kit de reparação para reparar a deterioração já ocorrida na cartilagem articular. Como já foi referido, há quem defenda que pode recuperar a cartilagem degradada, mas a única documentação atualmente disponível apenas indica que pode travar a progressão da deterioração.

MELHOR EFEITO COM SELÉNIO?

Recentemente, a ciência tem-se concentrado no selénio, um oligoelemento essencial que, ao que tudo indica, tem importância na fase inicial da osteoartrose.

Num estudo americano, com 940 participantes, investigadores concluíram que as pessoas com os níveis mais elevados de selénio apresentavam uma redução de 40% do risco de desenvolver osteoartrose do joelho, quando comparando com as pessoas que tinham níveis mais baixos. Dado o baixo teor de selénio nos solos europeus, os cereais cultivados em Portugal são, também eles, pobres em selénio.

EFICAZ PARA OS JOELHOS

O efeito positivo do sulfato de glucosamina parece ser especialmente percetível na osteoartrose do joelho, a articulação mais frequentemente afetada. Em estudos publicados, em que um grande número de doentes tomou sulfato de glucosamina ou “comprimidos inertes” com placebo inativo, os do grupo de sulfato de glucosamina apresentaram manifestos sinais de melhoria.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here