Algas: aliadas da saúde

0

Especialmente ricas em vitaminas e minerais, as algas são o principal segredo da rejuvenecedora e saudável dieta oriental. Estes vegetais marinhos têm propriedades que ajudam a lutar contra a celulite, protegem a pele contra o excesso de radiação solar e facilitam a perda de peso, entre muitas outras qualidades.

 

Nas profundezas oceânicas, alimentadas pelos nutrientes marinhos, crescem as algas. Estes curiosos vegetais, grandes captadores das radiações solares, têm muitas propriedades curativas e princípios ativos preciosos, que a ciência tem sabido aproveitar. Contendo vitaminas, enzimas, minerais e oligoelementos, as algas são uma verdadeira mina de substâncias ativas, ao serviço da saúde e da beleza.

Riqueza em iodo

Mais de metade dos produtos cosméticos redutores que existem no mercado contêm algas, já que estes vegetais marinhos evidenciaram a sua capacidade para reduzir os depósitos de gordura. A explicação encontra-se na sua riqueza em iodo, um elemento químico que estimula a tiroide e que contribui para controlar o metabolismo; bem como nos mucílagos, uns hidratos de carbono que aumentam de volume no aparelho digestivo e que dão a sensação de saciedade.

Algumas algas, como a espirulina, contêm um aminoácido chamado fenilalanina, que atua sobre a zona do cérebro que controla o apetite. Também o elevado conteúdo proteico das algas ajuda a satisfazer o apetite, de uma forma natural, sem esquecer que a maioria  têm um suave efeito laxante, que favorece a perda de peso. As mais utilizadas para combater a celulite são a Fucus vesiculosus, uma variedade que contém uma grande quantidade de minerais e oligoelementos, entre os quais se salienta o iodo.

Graças ao seu elevado conteúdo em carotenos, as algas são ideais para preparar a pele para o bronzeado, pois favorecem a produção de melanina. Além disso, as algas apresentam outra vantagem: são descontaminantes. Graças a um ácido que contêm e que possui a propriedade de neutralizar a atividade dos metais pesados, protegem-nos da contaminação ambiental.

TIPOS DE ALGAS

  • Agar-agar

Saciantes. São as mais conhecidas, pois estão presentes, muitas vezes, nos pratos dos restaurantes chineses. Têm o aspeto de umas tirinhas brancas, quase transparentes, sem sabor, que se acrescentam cruas às saladas. Cozidas, usam-se como espessante, para conseguir uma textura gelatinosa em sobremesas.

Valor nutritivo. O seu principal interesse dietético prende-se com o facto serem um hidrato de carbono composto, pelo que possuem um grande poder saciante, sem proporcionarem calorias. Se pretende emagrecer, acrescente à sua salada, diariamente, 10 tiras de algas agar-agar.

Como preparar. Deixa-se de molho, durante meia hora; escorre-se, sem deitar fora a água – já que pode beber-se ou usar-se para sopa – e corta-se em tiras; finalmente, adiciona-se à salada.

Leia o artigo completo na edição de fevereiro 2020 (nº 302)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here