Acupuntura nas perturbações femininas

0

As perturbações da menstruação ou os transtornos associados à menopausa podem ser aliviados com terapias alternativas, como a acupuntura, uma técnica muito eficaz, quando aplicada por mãos profissionais.

 

De acordo com a Medicina Tradicional Chinesa (MTC), a nossa saúde depende do livre e harmonioso fluir da energia – Qi –, através dos meridianos que circulam por todo o corpo. Quando essa harmonia se rompe, surge a doença. Numerosos desequilíbrios ginecológicos e obstétricos podem ser abordados de forma efetiva recorrendo a técnicas milenares da MTC, como a acupuntura.

Busca do equilíbrio

De acordo com a tradição médica oriental, considera-se que alguns desequilíbrios ginecológicos podem dever-se a um descontrolo das emoções – o stress, a tensão emocional, a frustração, o ódio, etc. –, assim como a uma dieta inadequada, ao excesso de trabalho ou a doenças crónicas.

Para entender como é que a MTC encara e trata os problemas associados à menstruação, é preciso conhecer qual é a sua visão do ciclo menstrual e a respetiva relação com o processo de intercâmbio Yin-Yang.

O Yin e o Yang são duas forças universalmente opostas, que se completam entre si. Um não pode existir sem o outro. São polos opostos da mesma energia – Qi – e um tende a transformar-se no outro.

Observado segundo esta ótica, o ciclo menstrual divide-se em quatro fases:

  1. Pós-menstruação – Após o sangramento menstrual, há no organismo uma relativa deficiência de sangue e, portanto, de Yin. Consequentemente, nos dias que vão desde o fim da menstruação até meio do ciclo – ovulação –, os órgãos encarregues da menstruação tenderão a incrementar a produção de sangue e de Yin.
  2. Meio do ciclo – Nesta fase, o Yin alcança o seu máximo desenvolvimento e transforma-se em Yang. É, então, que se produz a ovulação, consequência do normal desenvolvimento deste processo de transformação interna.
  3. Pré-menstruação – Caracteriza-se pelo incremento progressivo da energia Yang, que ajudará o sangue a mover-se para produzir uma nova menstruação. Esta fase reflete-se num aumento da temperatura basal.
  4. Menstruação – Durante a menstruação, o ênfase é colocado na harmonia e na livre circulação do sangue menstrual, para evitar o estancar da energia.

 

Leia o artigo completo na edição de abril 2016 (nº 260)

 

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA