Viva um Natal saudável

0

Antes das festas é bom consultar um nutricionista para fazer uma alimentação que nos prepare para os excessos e para o aumento de peso que geralmente acompanha a quadra natalícia.

Artigo da responsabilidade do Dr. Humberto Barbosa

Especialista em Nutrição e Longevidade; Clínica do Tempo

www.clinicadotempo.com

Call Center: 21 458 85 00

Muitas vezes começamos a sentir culpa pelos excessos que tudo o que a quadra natalícia implica muito antes de chegar o Natal. Isso também significa que desistimos de ter alguns cuidados alimentares que normalmente teríamos, já a pensar que não vale a pena estarmos a preocupar-nos porque queremos usufruir em pleno das Festas, com todas as guloseimas a que temos direito.

Não é grave viver o Natal em toda a sua plenitude, embora devamos estar conscientes de que vamos mesmo aumentar alguns quilinhos à custa das sobremesas tradicionais, do excesso de frutos secos, dos biscoitos, sonhos e rabanadas.

A refeição natalícia em si, pelo menos no nosso país, não é por sistema pouco saudável. Normalmente comemos o bacalhau com couves e batatas e o peru assado. Aqui o problema pode estar no recheio que leva, mas se evitarmos estufar o peru com coisas pouco saudáveis, preferindo por exemplo as castanhas, também daqui não vem mal ao mundo.

Contrariando o que pensamos, de não valer a pena termos cuidados alimentares nesta época, a verdade é que esta é altura ideal para consultar um nutricionista e fazer uma alimentação muito equilibrada até ao Natal. Então, podemos cometer alguns excessos, não demasiados, claro, e no início do ano, passadas as reuniões familiares e de amigos, voltar a ter a disciplina alimentar que o nutricionista lhe ensinar.

AUMENTO DE PESO NAS FESTAS

Pronto, já sabemos que é inevitável. São pelo menos duas semanas a petiscar tudo o que doce, a aletria, o arroz-doce, as bebidas em reuniões de amigos e família e isso leva a que passada a época festiva haja um aumento de peso.

Se antes já tiver feito uma equilíbrio alimentar que lhe permita perder dois quilos, as coisas ficam mais tranquilas. Se depois voltar a fazer esse mesmo equilíbrio alimentar vai conseguir voltar a perder o peso adquirido.

Mas há algumas coisas que pode fazer durante o período festivo para minimizar a possibilidade de engordar demasiado.

Primeiro, evite chegar com fome a festas de amigos e família. Coma qualquer coisa saudável antes, como um iogurte grego com mirtilos ou uma salada de rúcula com queijo fresco, e isso vai evitar que assim que chegue à festa comece logo a petiscar tudo o que lhe aparece pela frente.

Esta altura não é boa para tentar perder peso. Fica deprimido por não poder usufruir das delícias da época, tem de fazer um enorme esforço para resistir e o mais natural é que não consiga evitar comer os pratos tradicionais. Portanto, não pense demasiado em dietas, pense sim em tentar não aumentar de peso, pelo menos muito. Para isso, controle a quantidade de alimentos que ingere. Não se proíba de provar, mas não encha o prato nem passe o tempo todo a repetir as doses. O truque mais fácil é usar um prato de sobremesa para servir tudo o que come, mas sem fazer nele uma pirâmide de comida, obviamente. Este prato é mais pequeno e vai ajudar a controlar as porções que come.

COMIDA SAUDÁVEL PARA EQUILIBRAR

Os vegetais são os seus melhores amigos na quadra natalícia. Componha a maior parte do seu prato com legumes: muita couve, brócolos, cenoura, nabo, grelos e pouca batata.

Troque as maioneses por molhos de iogurte e de abacate. Faça uma boa salada de frutas regada com sumo de laranja. Vá lá… pode juntar um cálice de vinho do Porto. Mas isso leva-nos às bebidas alcoólicas e ao cuidado que devemos ter em consumi-las.

O Natal também é álcool. É o bom vinho, os vinhos generosos e o espumante. Por um lado há o perigo de beber e conduzir. Basicamente, se vai ter de conduzir beba sumos de frutas ou cerveja sem álcool. Por outro lado, o álcool engorda. Ponto final. Para evitar beber demasiado vá alterando sempre uma bebida alcoólica com um copo de sumo de laranja, de maçã ou apenas água. Com este sistema simples vai logo beber metade do que poderia beber.

No que toca a cozinhar, modere o açúcar nas receitas dos doces. Vá acrescentando e provando, e vai ver que muitas vezes vai até usar metade do açúcar que as receitas indicam. Para o peru, não use manteiga ou margarina para o molho, e sim azeite

Viva um Natal sem culpa e com muito sabor, porque o segredo está apenas no equilíbrio.

 Artigo publicado na Edição de Dezembro 2015 (nº 256)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA