O perfil dos pacientes que visitam uma clínica dentária mudou nos últimos anos, com os pacientes a compreenderem melhor a importância da prevenção e dos cuidados, e a não esperarem por sentir dor ou situações de urgência para consultar um médico.

O Dr. João Cerejeira, médico dentista, especialista em Ortodontia, licenciado em Medicina Dentária pela Universidade do Porto, explica esta tendência e sublinha que a prevenção, a profilaxia e a melhoria estética são os principais motivos de consulta no seu consultório.

De facto, os pacientes de hoje estão mais informados sobre a importância da saúde oral e da sua prevenção; estão conscientes das potenciais consequências dos problemas dentários e da razão pela qual os check-ups regulares são fundamentais para evitar problemas.

“Atualmente, as consultas de observação e check-up dentário geral ocupam a primeira posição entre os pacientes que procuram a clínica pela primeira vez. A sua grande importância relaciona-se quer com o facto de possibilitarem enquadrar tratamentos ligados à reabilitação estética e funcional e ainda pelo carácter preventivo a que se associam”, afirma o Dr. João Cerejeira.

A estética é também uma razão comum para consultar um dentista ou ortodontista e parece que os pacientes estão agora plenamente conscientes das várias formas de melhorar o seu sorriso com soluções de branqueamento, facetas dentárias ou colagem.
Neste sentido, um dos tratamentos mais solicitados pelos pacientes é a terapia com aligners transparentes, uma alternativa aos fios e brackets, que veio mudar o paradigma na medicina dentária com ótimos resultados clínicos, sem comprometer a vida diária do paciente.

“Cada vez mais os pacientes elegem os alinhadores como método de escolha para o seu tratamento de ortodontia. Essa popularidade relaciona-se claramente com algumas vantagens que reconhecemos neste método, nomeadamente estarem associados a uma tecnologia mais moderna, não causarem a dor e desconforto que acontecia com os aparelhos fixos tradicionais, bem como pelo facto de permitirem menos visitas ao ortodontista, para além de serem mais discretos que os aparelhos fixos. A vantagem de possibilitar uma melhor higiene buco-dentária é também um fator a ter em conta na escolha de um tratamento com alinhadores”, acrescenta.

Este tipo de tratamento deve ser adaptado às necessidades e ao estado clínico de cada paciente. As novas tecnologias da medicina dentária digital com scanners intraorais, soluções de planeamento do tratamento, alinhadores feitos à medida e sistemas de cuidados virtuais para monitorizar o tratamento à distância são de grande ajuda para os profissionais alcançarem os melhores resultados nos seus pacientes.

Conscientes e capacitados, é assim que os pacientes de hoje podem ser definidos quando se trata de tratamento dentário. São proativos e consultam os seus médicos antes que algo de grave aconteça, estão cientes das várias técnicas e tratamentos disponíveis para melhorar o seu sorriso. E graças às tecnologias digitais, podem visualizar e compreender melhor as opções de tratamento, o que os torna mais empenhados durante o processo de tratamento. Um envolvimento a todos os níveis que só pode beneficiar a saúde oral de todos.