Planificação certa para um resultado feliz

0

Iniciou-se um novo ano, certamente cheio de grandes resoluções! Mas atenção: se deseja realmente uma vida mais saudável, tenha em conta aquilo a que chamamos “triângulo da saúde”. Bom ano!

 

0-mc5a1135Artigo da responsabilidade da Profª. Tânia Cruz

Licenciada em Educação Física e Desporto, com especialização em Atividade Física Adaptada e Cinesiterapia. Formação em Pilates e treino personalizado. É formadora da Academia Holmes Place (HP) Portugal, sendo também Personal Trainer no HP Boavista e instrutora de Pilates.

 

Terminada a época natalícia e findo mais um ano, surgem as tradicionais resoluções de ano novo. Criam-se novas metas, objetivos, listas de prioridades e, cheios de entusiasmo, decidimos tomar melhor conta de nós. Decisões como: ir ao ginásio, fazer uma dieta detox, deixar de fumar… Cuidado com demasiados objetivos, mas pouco realistas! O entusiasmo, muitas vezes, transforma-se em desmotivação e volta-se aos padrões de comportamento antigos.

Para qualquer definição de objetivos tem de haver uma boa programação. E, se queremos ter uma vida mais saudável, em que o nosso corpo responde eficazmente à vida desafiante que temos hoje em dia, este assunto não foge à regra.

Não basta treinar todos os dias e iniciar dietas hipocalóricas, pois esses efeitos, inicialmente benéficos, não perduram no tempo. Há que planificar devidamente o programa de treino mais adequado a cada indivíduo, junto de um personal trainer. Para além de ajudar a definir os objetivos, este profissional terá em conta o conjunto de variáveis do qual todo este processo está dependente: aquilo a que chamamos “triângulo da saúde”.

CAMINHO PARA O SUCESSO

Os resultados alcançados vão depender de:

PRESCRIÇÃO DO EXERCÍCIO FÍSICO – Número de treinos semanais, sua distribuição e densidade (volume vs intensidade);

DIETA ALIMENTAR – Planeamento de uma dieta alimentar equilibrada, quantidade de calorias ingeridas diariamente, sua distribuição ao longo do dia e alimentos pré e pós treino;

REPOUSO – Recuperação entre treinos, qualidade de sono, número de horas de sono diárias, momentos de relaxamento e repouso físico e mental.

Tendo em conta todos estes fatores, ficará mais facilitado o caminho para o sucesso, de forma a criar saúde a longo prazo, em oposição a resultados rápidos e milagrosos.

Neste artigo, apresentamos um exemplo de uma planificação de 10 semanas, para um programa de treino de resistência muscular para perda de peso num indivíduo saudável.

Mas atenção: a aplicação deste treino não substitui o aconselhamento de um profissional, que terá em conta o historial de saúde e o nível de condicionamento físico de cada indivíduo.

Leia o artigo completo na edição de janeiro 2017 (nº 268)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA