Natal saudável

0

A época natalícia é um verdadeiro atentado à alimentação saudável e, ainda mais, a qualquer regime de emagrecimento ou de manutenção do peso. Mas não desespere nem desista já da dieta! Siga os nossos conselhos para um Natal saudável.

 

Frutos secos, doces tradicionais e bebidas natalícias cremosas e calóricas unem-se nesta quadra para nos fazer aumentar uns quilos e estragar a correção alimentar que tentámos manter nos últimos meses. Esta não é, decididamente, a melhor altura para começar um regime alimentar diferente. E é, também, a altura em que muitas boas intenções ficam pelo caminho, interrompidas pela fartura natalícia.

Em vez de desesperar, pense que esta é uma época em que são permitidos alguns (pequenos!) pecados gastronómicos, imediatamente seguidos da decisão de Ano Novo de seguir uma alimentação saudável e equilibrada.

ALIMENTOS CARREGADOS DE CALORIAS

Durante todo o ano, portou-se bem, comeu umas boas saladas, muita fruta, grelhados e cozidos. De repente, dezembro está aí com o tradicional aparato de chocolates, bombons, nozes, amêndoas, avelãs e toda a panóplia de frutos secos e cristalizados, dos vinhos generosos e espumosos, do bacalhau e do peru cobertos de deliciosos molhos… carregados de calorias. Isto para não falar nas filhós, rabanadas, arroz-doce, aletria e os milhentos doces de Natal que enchem as mesas, com um verdadeiro abuso de fritos.

Para sobreviver ao Natal com elegância, o mais difícil é conseguirmos manter-nos afastados das guloseimas, mas não é impossível.

MODERAÇÃO É A PALAVRA DE ORDEM

Manda a tradição que no Natal as mesas estejam sempre postas e cheias de doces da época, nozes e frutos secos. É fácil passar, parar e petiscar. Muitos dos quilos a mais são conseguidos desta forma. A moderação é a palavra de ordem nesta altura. Pode comer de tudo um pouco, tendo muita atenção à quantidade que ingere.

O melhor é mesmo evitar os chocolates, os doces de Natal fritos e os frutos secos. A tentação é grande e não é fácil escolher uma comida saudável em detrimento de uma fabulosa rabanada, mas pode misturar na mesa de acepipes fatias de cenoura crua e de pepino, espargos, aipo e fruta fresca, de preferência bagas, como uvas, framboesas, amoras e mirtilos.

Abuse da fibra

Comece o dia com um bom pequeno-almoço de cereais ricos em fibra. À refeição, em vez de encher o prato de batatinhas assadas cheias de molho, ponha uma boa porção de salada ou legumes cozidos, temperados com azeite e vinagre. Também pode optar por legumes salteados com azeite e alho. Faça dois terços do seu prato à base da salada ou legumes e apenas um terço com carne ou peixe, de preferência sem molho. Mas se não conseguir resistir ao molho, coma uma boa porção de salada verde antes, para diminuir a absorção de gorduras.

Cuidado com as bebidas

Tal como a doçaria, as bebidas natalícias tendem a ser carregadas de calorias. São normalmente vinhos generosos, bebidas doces e cremosas, espumantes e cocktails apetitosos. Este tipo de bebidas é fatal para qualquer dieta, portanto, passe o dia a beber muita água e guarde as bebidas alcoólicas para as refeições. Dê preferência ao vinho tinto ou branco em quantidades moderadas e sem misturar com outro tipo de bebidas. Se não conseguir resistir ao licor especial, beba um copo de água por cada cálice de bebida.

Doces e álcool não combinam!

Não é só o peso que sofre com os doces e as bebidas alcoólicas. O fígado também é sobrecarregado, além de que esta combinação ajuda a manter o álcool no organismo durante muito mais tempo. O fígado tem mais dificuldade em metabolizar o álcool depois de se comer muitos doces, porque este órgão dá prioridade à absorção do açúcar, fazendo com que o álcool se mantenha disponível no organismo durante mais tempo.

Portanto, se passou o dia a comer chocolates e arroz-doce, fique a saber que as bebidas do jantar vão manter-se durante mais tempo no seu sangue, antes de serem eliminadas pelo fígado.

Queime as calorias

Só porque é Natal não significa que tenha de alterar todas as suas rotinas e deixar de fazer aquele passeio a pé, tão importante para a sua saúde e boa forma. Não só pode como deve manter essa rotina, porque andar a pé é uma boa forma de queimar as calorias acumuladas com os petiscos.

Por isso, lembre-se de dar um passeio a pé. Pode até desafiar a família e os amigos para caminharem consigo, indo a pé até ao café mais distante da sua casa, por exemplo. Fica a ganhar com o exercício e a companhia de quem gosta, ao mesmo tempo que saboreia o café do dia.

E lembre-se que o Natal são dois dias, não são duas semanas e muito menos um mês. Mesmo que abuse e ande a pecar durante quatro dias, depois é hora de parar e voltar à sua alimentação saudável e equilibrada.

Leia o artigo completo na edição de dezembro 2019 (nº 300)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here