Manter-se fit depois dos 40

0

A partir dos 40 anos, o metabolismo começa a ficar mais lento e isso faz com que a perda de peso ou até a sua simples manutenção seja mais difícil. Porém, não significa que manter-se fit depois dos 40 seja impossível. Para que tal aconteça, é essencial que cada um de nós compreenda como é que o seu organismo reage, bem como os passos a dar para obter um emagrecimento saudável.

Artigo da responsabilidade do Dr. Alexandre Fernandes, Licenciado em Nutrição e Engenharia Alimentar; Terapeuta; Autor

A pele começa a perder a elasticidade, as rugas começam a surgir – uma ruga aqui, uma mancha de idade ali – e, de uma forma geral, o próprio corpo começa a ter uma aparência e uma estética diferente do antigamente, bem como a nível do seu funcionamento. Com o avançar da idade, o organismo produz menos hormonas, o que faz com que haja uma diminuição do metabolismo e um decréscimo da regeneração celular. Também é importante realçar que a pessoa começa a perder algum tecido ósseo e muscular. Por estas razões, o compromisso para ficar em forma é importante porque o exercício e a alimentação podem ajudar a manter ou construir ossos e músculos saudáveis.

IMPULSIONAR O METABOLISMO

Alterando a rotina diária dos exercícios realizados, qualquer pessoa pode impulsionar o seu metabolismo, fazendo-o queimar mais calorias e, desta forma, ajudar a ficar em forma. Existindo uma rotina de treino e bons esquemas de exercício físico – por exemplo, de circuito ou de resistência –, pode fazer aumentar o seu nível de aptidão e condição física, bem como desafiar o seu organismo a ter outras “formas” e “silhuetas”.

Os esquemas de treino devem envolver a realização de diferentes atividades numa sessão de treino. Alguns tipos de atividades são: a passadeira, a bicicleta, o remo, a elíptica e aulas de grupo (step, zumba, dança, aeróbica, etc).

Antes de começar a “mexer-se”, convém consultar o seu médico assistente para despistar algum tipo de patologia e obter uma aprovação para a prática de atividade física.

Para quem não pode frequentar um ginásio, então o ideal é começar por uma caminhada diária de 10 minutos e ir aumentando o tempo, até atingir os 45 minutos a 1 hora, com um passo rápido e sem interrupção. Vai ver que consegue e que vai sentir benefícios, tanto físicos como mentais e emocionais.

A roupa e o calçado são essenciais para uma boa prática desportiva, por isso não descuide estes acessórios. Lembre-se de levar sempre consigo uma garrafa de água quando vai fazer exercício.

Leia o artigo completo na edição de maio 2019 (nº 294)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA