Lombalgia e Medicina Tradicional Chinesa

0

As Clínicas Pedro Choy estão a levar a cabo uma ação de sensibilização sobre a lombalgia. Pertencendo ao grupo das “dores de inverno”, mas que pode aparecer a qualquer altura da nossa vida, a lombalgia, geralmente, regista um maior número de queixas nos meses mais frios do ano e nos meses de oscilações de temperatura. Por vezes, indevidamente desvalorizada como uma simples “dor de costas”, sem ser tratada, pode evoluir para dor crónica e trazer com ela outros problemas.

Lombalgia, ou comumente denominada por dor lombar ou dor de costas, é uma patologia que afeta cerca de 80% da população mundial, pelo menos uma vez na vida. Trata-se de uma dor que ocorre na região lombar e que pode irradiar para os membros inferiores, na distribuição do nervo ciático (dor ciática). A lombalgia é uma das causas mais frequentes de reforma por invalidez, sendo notório o seu impacto a nível pessoal e profissional.

A lombalgia pode ser classificada como aguda, se apresentar início súbito e for de duração inferior a 6 semanas; ou crónica, se superior a 12 semanas. Se não for tratada, pode acarretar outras patologias como stress, perturbações do sono e do humor, ansiedade, depressão, fadiga e dificuldade na marcha.

A Medicina Tradicional Chinesa vem evidenciando uma grande eficácia no tratamento da lombalgia, tanto pelo seu sucesso no combate à dor como também pela sua propriedade anti-inflamatória. A massagem Tui Na, uma técnica manual da Medicina Chinesa, tem-se mostrado muito efetiva no alívio da dor e na obtenção de resultados positivos em casos de lombalgia.

Combinando a Acupunctura e a Fitoterapia, as Clínicas Pedro Choy demonstraram respostas de sucesso a pacientes que sofriam dessa mesma patologia, contando com alguns testemunhos/casos clínicos onde afirmam melhorias na sua condição física e redução da dor lombar e ciática.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here