Emagrecer onde é mais necessário

0

Cada mulher tem uma determinada silhueta, realidade que aconselha a personalizar o método adelgaçante. O que sobra a umas falta a outras, portanto o ideal é fazer um programa de dieta equilibrada e exercício físico, que garanta a perda de volume onde é mais necessária.

 

Embora não haja duas mulheres iguais, podem resumir-se as diferentes características anatómicas da mulher portuguesa em 5 tipos: peito pequeno e ancas largas; pernas magras e barriga proeminente; pernas grossas e altura normal; aquelas cujo único problema são as “pistoleiras”; e as gordinhas na generalidade.

Se se sente identificada com duas silhuetas ao mesmo tempo, alterne semanalmente os conselhos de um e outro tipo.

MULHER MEDITERRÂNICA

Se é o tipo de mulher mediterrânica, com peito pequeno, cintura fina e ancas largas, tem de fazer uma dieta que lhe permita perder volume apenas nos glúteos, mantendo o peito a salvo.

Além da dieta, faça abdominais e exercícios que fortaleçam os glúteos e as coxas, para não acumular gordura nos seus pontos frágeis. Os desportos que mais lhe convêm são a corrida, a marcha rápida e a caminhada. Entre as máquinas de fitness do ginásio, a melhor é a que simula o movimento de subir escadas ou a bicicleta, se gosta de pedalar.

  • EMAGRECER SEM PERDER PEITO

O essencial é dar preferência aos alimentos ricos em proteínas, pois são os que mantêm a estrutura dos tecidos de sustentação dos músculos, ao mesmo tempo que estimulam a perda de peso.

Os alimentos mais ricos em proteínas são os laticínios, a carne, o peixe e os ovos. Mas também há vegetais muito ricos em proteínas, como a soja, os legumes secos e as algas, especialmente a espirulina. Com soja verde, prepare purés proteicos e, com os rebentos de soja, suculentas saladas.

Um bom complemento para emagrecer nas ancas e manter o peito e os músculos firmes é tomar dois comprimidos de algas, meia hora antes de cada refeição. Estes ajudarão, também, a controlar o apetite.

PERNAS GROSSAS

A sua linha seria perfeita, se não fossem essas pernas muito mais volumosas do que o resto do corpo. Se assim é, tem de fazer uma dieta e atividades físicas que evitem a retenção de líquidos e a acumulação de gordura localizada.

Convêm todos os desportos que ativem a circulação e, portanto, também a eliminação de toxinas, como são a natação e a ginástica aquática. Uma sessão de drenagem linfática semanal ativará os canais de eliminação do seu organismo e, além disso, evitará a retenção de líquidos e gorduras.

  • ELIMINAR LÍQUIDOS

A primeira regra para emagrecer nas pernas é evitar a retenção de líquidos, fazendo uma dieta depurativa, rica em frutas, legumes, laticínios e líquidos, mas que seja, ao mesmo tempo, diurética e rica em sais minerais e vitaminas, pois isto favorece a eliminação renal e os intercâmbios celulares. Esta alimentação também ajudará a prevenir a acumulação de água e toxinas nas coxas e joelhos.

Há que diminuir drasticamente o consumo de sal e beber, pelo menos, 2 litros de água por dia. Para se assegurar de um bom fornecimento vitamínico e de minerais, há que tomar, todos os dias e fora das refeições, 3 colheres de sopa de gérmen de trigo e levedura de cerveja. Para evitar a celulite e a retenção de líquidos, tome 3 colheres de vinagre de maçã por dia, diluídas em água.

TODA GORDINHA

Quando os quilos a mais estão repartidos por todo o corpo, necessitará de uma dieta pobre em calorias, bem como de praticar um desporto de resistência. Os melhores são a marcha rápida, a bicicleta ou a natação. Mas para que o exercício emagreça, há que praticá-lo regularmente, todos os dias ou em dias alternados, durante um mínimo de 30 minutos.

  • Emagrecer por igual

Combine os pratos sugeridos, de modo a somar 1000 kcal diárias e varie de menus, para assegurar uma dieta equilibrada.

Pequeno-almoço

  • Kiwis (200g) e um iogurte: 168 Kcal
  • Sumo de cenoura com um biscoito integral e 30g de queijo fresco: 190 Kcal
  • Leite magro com 3 colheres de sopa de muesli: 299 Kcal
  • Batido de iogurte com 2 alperces e 50g de banana: 170 Kcal
  • Requeijão (50g) com uma maçã e 20g de passas de uva: 240 Kcal

Almoço

Entradas

  • Curgete à monegasca (cebola, salsa, manteiga): 135 Kcal
  • Endívias com presunto (2 endívias, 2 fatias de presunto york, 30g de queijo gruyère): 265 Kcal
  • Salada de marisco (camarões pequenos, mexilhões, amêijoas, pepino, alface e tempero): 200 Kcal
  • Pepino com iogurte (rodelas de pepino, iogurte magro, alho, sumo de limão e menta): 60 Kcal
  • Puré de legumes (cenoura, nabos, aipo, limão, salsa): 140 Kcal

Pratos principais

  • Bife com pimenta (100g de carne, 30g de requeijão, pimenta branca): 200 Kcal
  • Frango ao vapor com legumes (courgettes, cenouras, nabos, feijões verdes, etc): 220 Kcal
  • Caçarola de bacalhau: 260 Kcal
  • Filete de linguado e molho de ervas: 125 Kcal

Jantar

  • Alho-francês com molho de queijo: 170 Kcal
  • Pudim de legumes (arroz branco, ervilhas, espargos, tomates, cogumelos, ovos): 240 Kcal
  • Omeleta de cogumelos: 176 Kcal
  • Ovos escalfados com espinafres (2 ovos, 300 g de espinafres): 245 Kcal

Sobremesas

Para depois das refeições, a meio da manhã ou ao lanche:

  • Gelatina de framboesas: 65 Kcal
  • Requeijão com maçã: 80 Kcal
  • 30g de amêndoas, 183 Kcal
  • Morangos com natas: 120 Kcal
  • Ananás com laranja: 146 Kcal
  • Pudim flan: 204 Kcal

 

PERNAS MAGRAS E MUITA BARRIGA

Se a sua obesidade se localiza exclusivamente na zona abdominal e, pelo contrário, as suas pernas são muito finas, a solução está em deixar de comer produtos refinados e passar para o pão e cereais integrais, pois são mais ricos em fibras, que favorecem o trânsito intestinal.

Quanto ao exercício físico, deveria fazer 5 séries de 20 abdominais, todos os dias. Além disso, a marcha rápida e a bicicleta seriam úteis para fortalecer o ventre.

  • Evitar o inchaço e a obstipação

Reduza os alimentos crus (legumes, frutas, etc.), pois irritam os intestinos delicados. Evite as couves, as alcachofras, os legumes secos e, também, as bebidas gasosas. É essencial comer sem pressas e mastigar corretamente.

Não use condimentos nem especiarias e nunca coma à mesma refeição um bife, peixe, queijo ou ovos, juntamente com massa, cereais ou pão. Também não misture fruta muito doce com outros hidratos de carbono.

Para vencer a obstipação, coma pão e cereais integrais, legumes verdes cozidos (feijões verdes, espinafres, etc.) e todas as frutas cozidas, mas sem acrescentar açúcar. Beba litro e meio de água por dia, mas fora das refeições e pouco de cada vez. Muito líquido torna a digestão mais lenta e pesada, dilata aos intestinos e aumenta o volume do ventre.

PISTOLEIRAS

Talvez não tenha problemas de peso, mas sobram-lhe umas bolsas de gordura na parte alta externa das coxas: as terríveis “pistoleiras”. O que tem de fazer é passar menos tempo sentada e prescindir do açúcar e das gorduras.

Nas ancas, é onde se acumulam as gorduras: por isso, é de evitar os jantares pesados e comer, sempre que possível, antes das 20 horas, para assim ter tempo de queimar calorias, antes de deitar.

A dança e a ginástica são as melhores atividades físicas contra as pistoleiras, bem como os exercícios de cinta elástica.

  • Objetivo: ancas finas

Para reduzir as ancas, é essencial que os menus sejam muito baixos em gorduras e em açúcares simples (bolos, confeitaria e até frutas), porque estes estimulam a libertação de insulina, uma hormona que favorece a sua transformação em gorduras de reserva. Pelo contrário, os açúcares complexos, como o pão ou as féculas, sobretudo quando estão associados a outros alimentos com fibras, sobem menos as taxas de insulina e são queimados pelos músculos.

Artigo publicado na edição de junho 2020 (nº 306)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here