Dores nas articulações?

0

As dores nas articulações surgem, geralmente, em pessoas mais velhas, o que não quer dizer que não se possa começar a ter sintomas mais cedo. Saiba o que fazer para melhorar esta situação.

A osteoartrose é uma perda gradual da cartilagem articular, que pode causar dores e comprometer a mobilidade das articulações. O problema pode piorar com o tempo frio e húmido, mas existem formas de melhorar esta situação, sem ter que recorrer a medicamentos.

FUNCIONAMENTO DA CARTILAGEM

A cartilagem é o tecido firme, tipo borracha, que amortece as articulações, permitindo que os ossos deslizem uns sobre os outros com muito pouca fricção. Também absorve o impacto dos choques. Com o tempo, a porção de cartilagem torna-se mais fina e danificada devido a diversos fatores:

  •  Trabalhos que envolvem levantamento de pesos, subir escadas e movimentos repetitivos;
  •  Excesso de peso (peso a mais provoca maior degaste das articulações, nomeadamente dos joelhos, tornozelos e pés);
  •  Fraturas ou outras lesões da cartilagem e ligamentos das articulações;
  •  Predisposição genética;
  •  Enzimas que degradam a cartilagem;
  •  Desportos de impacto, como o futebol, andebol, basquetebol, etc., que envolvem impacto direto nas articulações ou movimentos de rotação das articulações.

COMBINAÇÃO NATURAL E EFICAZ

O sulfato de glucosamina e condroitina são uma combinação que demonstrou aliviar as dores articulares e melhorar o funcionamento das articulações, quando tomada regularmente, para tratar ou prevenir os sintomas. É cada vez mais utilizada por pessoas com dores nas articulações, por ser eficaz e extremamente segura devido à sua origem natural.

A glucosamina é extraída do marisco (normalmente, da casca do camarão), ao passo que a condroitina é produzida a partir da cartilagem do tubarão – ou pode ser de origem bovina.

Tanto o sulfato de glucosamina como o sulfato de condroitina são constituintes naturais da cartilagem humana. Quando tomadas na forma de suplemento, favorecem a síntese da cartilagem, impedindo, deste modo, a progressão da degradação da cartilagem articular.

O facto interessante acerca desta combinação, disponível em farmácias, é que previne a degradação da cartilagem. Até ao momento, nenhuma outra substância demonstrou efeitos semelhantes.

Estudos demonstram que o sulfato de glucosamina e condroitina podem prevenir a progressão da degradação da cartilagem e alguns investigadores afirmam que podem recuperar lentamente parte da cartilagem degradada.

 

Destaque

Sem efeitos secundários

A extensa investigação que tem sido realizada com sulfato de glucosamina e condroitina demonstrou que estas substâncias atuam geralmente entre 8 a 12 semanas. Uma vantagem muito importante é o facto de não apresentarem efeitos secundários, uma vez que a glucosamina e a condroitina são partes naturais da bioquímica corporal e não substâncias estranhas.

 

Destaque

Procure pureza

Ao adquirir um suplemento de sulfato de glucosamina e condroitina, há que estar informado sobre a origem dos constituintes ativos. Um dos suplementos disponíveis nas farmácias contém sulfato de glucosamina de alta qualidade, extraído de camarão de águas profundas, não poluídas, frias e límpidas, que garantem o máximo de pureza e segurança.

Também é mais vantajoso optar por sulfato de condroitina obtida a partir da cartilagem de tubarão e não de origem bovina, para evitar problemas de contaminação da BSE. É possível encontrar suplementos alimentares com outras substâncias, para além do sulfato de glucosamina e condroitina, tais como ácido hialurónico, colagénio e MSM (metil-sulfonil-metano). Contudo, não existe documentação científica que comprove que estas substâncias são eficazes na reconstrução da cartilagem.

É importante também certificar-se que opta por um suplemento que garanta uma dose diária de 800mg de sulfato de condroitina.

 

Artigo publicado na edição de outubro 2016 (nº 265)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA