Dicas para não engordar nas férias

0

As férias são um período excecional para se conseguir uma modificação dos hábitos alimentares. Libertos do trabalho quotidiano ou dos estudos, dispomos do tempo necessário para nos dedicarmos a nós mesmos. Saiba como usar as férias em proveito da sua linha e da sua saúde!

 

Como é bem sabido, uma elevada percentagem de obesidades deve-se mais à excessiva ingestão de calorias do que a perturbações de carácter orgânico. Nas consultas médicas, as obesidades produzidas por hipertiroidismo ou outras alterações equivalem a apenas 1% dos pacientes.

Portanto, os indivíduos com excesso de peso devem consciencializar-se, antes de mais, de que comem demasiado para as respetivas necessidades. E as férias podem ser usadas em proveito da sua linha e, principalmente, da sua saúde.

 

PEQUENO-ALMOÇO É PRIMORDIAL

O primeiro passo é conseguir restabelecer o pequeno-almoço como uma das principais refeições do dia. São demasiadas as pessoas que, habitualmente, saem de casa sem pequeno-almoço. Recuperar o hábito perdido é absolutamente primordial.

Umas torradas quentinhas, com um pouco de manteiga, uma fatia de fiambre ou presunto sem gordura, uma peça de fruta, preferencialmente com casca, e um café com leite, constituem um bom pequeno-almoço para qualquer pessoa, inclusive para aquelas que desejam perder ou manter o peso.

Esta primeira refeição, se não for demasiado frugal, ajudar-nos-á a passar toda a manhã tranquilamente, sem necessidade de petiscar, ao mesmo tempo que nos proporcionará uma quantidade de energia equilibrada para esperar, sem desesperos, pela hora do almoço.

EXERCÍCIO MODERADO

Ficar deitado ao sol durante toda a manhã, mexendo-se unicamente para ir tomar banho, não é nada recomendável. Os riscos para a pele dos banhos de sol excessivamente prolongados são já conhecidos. Por isso, levante-se e passeie! Dê uma boa caminhada à beira-mar. Andar é um excelente exercício físico, que tonificará a musculatura das pernas, principalmente dos tornozelos. De regresso, meta-se na água até aos joelhos: potenciará a musculatura das coxas e, ao mesmo tempo, contribuirá para melhorar a circulação. Mas o melhor de tudo é jogar na areia: aumentará o dispêndio energético, ao mesmo tempo que ajudará a passar a manhã agradavelmente.

Com tanto exercício, teremos sede e, possivelmente, alguma fome. O melhor modo de combater a fome é com umas peças de frutas; para a sede, nada melhor do que água. Levar para a praia uma garrafa de água e um pouco de fruta não constitui qualquer esforço e evitará a tentadora ida ao bar, onde seguramente acabará por comprar batatas fritas, um gelado ou algo de semelhante.

Leia o artigo completo na edição de julho/agosto 2016 (nº 263)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA