Tríade de resistência

0

Em tempos de stress, preste atenção às suas próprias necessidades e emoções. Envolva-se em atividades que aprecie e tente relaxar. Faça exercício regularmente, mantenha rotinas regulares e coma comida saudável (Organização Mundial de Saúde, 2020).

 

Pela Dra. Cassiana Tavares, Psicóloga; Investigadora em trabalho e saúde; Clínica Tejo Saúde parceira Fitness Hut – Grupo Viva Gym
Estamos envolvidos numa nuvem de emoções: a maioria de nós ainda está a tentar perceber o que está a acontecer. No mesmo dia, é normal sentirmos confusão, raiva, otimismo. Por causa da incerteza. Por vivermos algo inesperado e com efeitos potencialmente negativos. Mas há uma tríade que nos pode ajudar: sono, alimentação e exercício físico. Estas três coisas equivalem a estar ligado à corrente elétrica.
O sono e a estabilidade emocional protegem-nos dos efeitos do stress. Quando dormimos bem, temos melhor capacidade de lidar com as emoções. E se ainda está em teletrabalho, precisa do sono para o ajudar a manter o seu desempenho: durante o sono, o cérebro processa e “arquiva” a informação. Os adultos precisam (normalmente) de dormir sete a nove horas. Evite ver as notícias ou navegar nas redes sociais perto da hora de dormir. Reduza a luz e sinta o cansaço.
A alimentação é uma prioridade. A alimentação é o seu combustível. Para sentir-se enérgico ao longo do dia, aposte em cinco refeições, ricas em vitaminas, fibras e minerais. Se já tem um plano alimentar, siga-o neste período.
O exercício físico é uma atividade prioritária para recuperar e manter o equilíbrio
psicológico. Quando eu inicio um processo de acompanhamento em consulta
psicológica, um dos primeiros compromissos que peço à pessoa é que inicie uma
atividade física regular. Isto porque a evidência científica mostra-nos que as pessoas que
incluem exercício físico na sua rotina lidam melhor com o stress. Também o exercício é
um abafador dos efeitos maus do stress. Permite-nos libertar a tensão que temos e dá-nos
uma sensação de bem-estar, que fica gravada em nós. O exercício desafia-nos. É
uma prova de superação física e psicológica. Isso também fica gravado em nós e
funciona como um recurso, quando voltamos a lidar com o stress. Basicamente, está a
dizer ao seu corpo e à sua mente que é capaz.
Se neste momento não faz nada, comece. Basta conseguir fazê-lo uma vez e iniciou o
rastilho! Depois, é só repetir – até chegarmos às três vezes por semana. Neste período,
acompanhe a informação disponível, pesquise nas redes sociais ou siga
as instruções do seu Personal Trainer para manter um plano de exercício.
Vivemos um período extraordinário que estamos comprometidos em ultrapassar. Em
Portugal e no mundo, fazem-se esforços por preservar vidas humanas, a nossa
economia, a educação das crianças, a produção de bens essências. A vida continua –
apesar de não estar igual. E exatamente porque tudo está diferente à nossa volta, trazer
estrutura à nossa vida é uma palavra de ordem. Mantenha uma rotina estável,
escrevendo a sua agenda diária. Uma coisa que pode ajudar é fazer planos semanais. Se
já não está a trabalhar e quer usar o tempo livre para descansar, ver séries, ler livros,
aproveite mesmo. Se calhar, é a primeira vez que tem tempo para isso. Faça-o, mas
mantenha horários para acordar, alimentar-se, esse lazer e claro, exercício físico.
Seja qual for o seu plano, inclua a tríade de resistência: sono, alimentação e exercício
físico.
Até breve! Fique ligado à corrente.

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA