Desculpas para não fazer dieta

0

“Começo a dieta na próxima segunda-feira”, “primeiro vou inscrever-me num ginásio”, “tenho problemas na tiroide”, “não tenho tempo para dietas”… Estas são algumas das muitas desculpas usadas para adiar o início de um regime alimentar saudável, que permita perder peso ou mantê-lo. Aqui ficam, pois, alguns conselhos objetivos, para que não haja desculpas.

 

Artigo da responsabilidade do Dr. Alexandre Fernandes, nutricionista

Muitas pessoas, para emagrecer, têm de contar calorias e/ou pontos, deixar radicalmente de comer hidratos de carbono, substituir refeições por batidos, comer e abusar de sopas, ingerir apenas os alimentos permitidos, entre muitos outros métodos que garantem fazer perder os quilos em excesso, de forma rápida e definitiva. Porém, acabada a dieta, quase sempre voltam a recuperar o peso perdido e, em alguns casos, chegam mesmo a aumentar mais uns quantos quilos. Não é verdade? Depois, lá se vai a autoestima e a motivação, para dar lugar às desculpas para não fazer dieta.

Por falar em desculpas, as principais que me referem no dia a dia são: “começo a dieta na próxima segunda-feira”, “primeiro vou-me inscrever num ginásio”, “tenho problemas de tiroide e tudo me engorda”, “não tenho tempo para dietas”, “não sei cozinhar”, “vou deixar passar os feriados/festas/férias”, “só consigo fazer dieta se alguém estiver a fazer dieta comigo”, entre outras.

Mas serão estes os verdadeiros motivos para não fazer dieta? Ao tratarmos os alimentos como “fazem bem” ou “fazem mal” e “os permitidos” ou “os proibidos”, reduzimos a alimentação/nutrição a uma forma demasiado simplista.

 

Leia o artigo completo na edição de fevereiro 2016 (nº 258)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA