Entre os meses de abril e setembro, as Farmácias Holon, em parceria com a Krka, promovem uma campanha de sensibilização sobre saúde animal com o mote “Não queremos mais bichos na família”. A campanha pretende alertar a sociedade para a importância da proteção dos animais de estimação através da desparasitação, demonstrando que, ao proteger o animal de estimação, os donos estão, também, a proteger-se a si mesmos, numa abordagem One Health.

No final de 2022 existiam, em Portugal, mais de 3 milhões de animais de companhia registados, de acordo com os valores partilhados pelo Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF). Manter um animal de companhia saudável dentro do ambiente doméstico envolve desparasitações regulares e eficazes, que assegurem a eliminação de endoparasitas (parasitas internos) e ectoparasitas (parasitas externos). A desparasitação interna e externa previne as infestações dos animais, que podem ser transmitidas pelos e para os humanos.

“As substâncias e dosagens de desparasitante a utilizar dependem da espécie, peso e condição de cada animal de companhia. Por este motivo, é essencial que os profissionais aptos a dispensar este tipo de fármacos estejam capacitados para poder esclarecer potenciais dúvidas e prestar um aconselhamento, sempre que necessário”, explica António Mieiro, Animal Health and OTC Line Manager na Krka.

A Campanha “Não queremos mais bichos na família” tem como objetivos:

  • Promover a literacia e o uso correto dos antiparasitários para animais;
  • Identificar situações que careçam de avaliação e aconselhamento especializado;
  • Promover o uso correto dos antiparasitários, de forma a assegurar a sua eficácia e a evitar o desperdício de doses;
  • Contribuir para uma manutenção da desparasitação do(s) animal(is), especialmente durante o período do ano de maior risco (primavera/verão).

Conselhos para uma boa desparasitação:

  • Animais indoor/outdoor: animais que passeiam em zonas de alta propensão a infestações têm um maior risco de serem infestados;
  • Apesar da desparasitação dever ser feita todo o ano, o risco de infestação por parasitas externos aumenta durante certas épocas do ano, como no verão ou em climas mais quentes e húmidos;
  • Confirme a idade do animal: muitos desparasitantes só podem ser colocados a partir das 7-8 semanas – exceção para o spray por exemplo. Por outro lado, animais bebés e mais velhos têm um sistema imunitário mais debilitado, pelo que podem apresentar maior risco de infestação por parasitas;
  • Confirme o peso do animal (se o peso estiver num intervalo de dois medicamentos – ex: 10kg que está num intervalo de produtos 4-10kg e 10-25kg – escolher sempre a maior posologia);
  • Confirme se o desparasitante tem ação repelente. Um produto sem ação repelente não irá impedir o parasita de se fixar no seu animal de estimação;
  • No caso da desparasitação de cães, confirme se o desparasitante tem ação contra o mosquito (Phlebotomus perniciosus), vetor da doença zoonótica Leishmaniose;
  • Não dê banhos até 48h antes e depois de colocar a pipeta. O banho irá afetar a absorção do produto pela pele e consequente eficácia;
  • Para cães maiores aplique o spot-on em vários locais ao longo do dorso, para que a pele consiga absorver todo o produto;
  • Trate todos os animais da casa ao mesmo tempo;
  • Não mexa no local enquanto o produto não secar;
  • Aponte a data no calendário para se lembrar de quando deve desparasitar novamente.

A desparasitação do animal de estimação melhora a sua qualidade de vida e aumenta a sua resistência a problemas de saúde graves, mas acima de tudo protege a saúde de todos os elementos da família.